quinta-feira, 15 de maio de 2008

A nossa visão imperfeita


Fiquei tanto tempo sem postar aki e agora q posto algo novo, acredito q oq escreverei aki ñ será mto compreensível. Apesar d se tratar d algo q penso - como diz parte do nome deste blog - estou crendo q ñ conseguirei expôr uma boa explicação sobre o assunto d hj pra quem chegar a ler este post(Logo eu q me manifesto tão bem com as palavras Ô.Ô). A única coisa garantida neste post é q algo escrito aki poderá servir d referência, direta ou indiretamente, em futuros posts neste blog pq um item puxa outro, q puxará outro e por aí vai...

Bom, vamos ao post:
Há mto tempo comecei a analisar a coisas q acontecem à minha volta ou q vêm ao meu conhecimento por diferentes meios. E uma dessas coisas é a aceitação, sem hesitar ou parar pra pensar, ao q nossos olhos nos mostram. Ñ estou falando d ter vista boa(ainda mais eu q tenho miopia), mas sim daquilo q vemos e q acabamos aceitando, nos fazendo ignorar oq deveríamos ver realmente.

Um exemplo disso q falo, por exemplo, é qdo criamos uma opinião ou idéia sobre algo/alguém q tenhamos visto, pelo menos, apenas uma vez. Tds nós sabemos oq é isso ñ só pq já devemos ter agido assim mas pq tb mtos já devem ter agido - e outros agirão - assim conosco, seguindo o esquema d julgar pelo q se viu "de primeira ". Ñ estou condenando o fato d uma pessoa criar uma "idéia pós-visão"(já q tê-la é algo praticamente automático pra mtos), mas sim d q ela ñ pode se guiar por tal idéia pra ter uma opinião pois é errado e, dependendo do caso, injusto falar d algo/alguém apenas o tendo visto d longe ou sem conhecer melhor sobre. Se é pra agir assim, acho sempre melhor deixar a fábrica da imaginação desativada; e ativá-la qdo realmente for necessário

Outro exemplo disso q falo costuma estar mto em filmes e, em alguns casos, séries d TV: Os efeitos especiais e visuais. Td bem q existem casos d produções onde eles são necessários, mas noto q em algumas vezes a presença deles é mto exagerada d modo q pode vir à cabeça a questão "Quem está atuando nessa produção: O elenco ou os efeitos?" o.O E pq os efeitos são responsáveis pela visão errada? Simples: Como eles são bem-feitos, mta gente fica os admirando(ou, em alguns casos exagerados dentre os q se impressionam com qualquer coisa e em demasia, babando ¬_¬) d modo q o conteúdo do filme/série, q é oq deveria ser analisado e usado como pilar d sustentação da opinião pessoal, fica em 2º plano. As principais "vítimas inconscientes" disso são as crianças q além d se influenciarem por qualquer coisa q lhes são ditas ou feitas na sua frente, gostam d qualquer coisa colorida, atraente e q pareça "fora do normal"; se danando se for bem ou mal-feito. Digo q isso é coisa d criança, mas tem gente mais velha q age igual ou até d modo pior @_@

De modo geral, oq quis dizer neste post(falaria +, mas tá bom por hj pq esse texto tá d bom tamanho - literalmente falando =P) é algozinho q mtos esquecem, ñ põem em prática e/ou q deveriam aprender: Nada deve ser dito ou imaginado sobre alguém ou alguma coisa apenas baseando-se naquilo q lhe seja aparente, por + forte ou impressionante q seja. Afinal d contas, julgar apenas pela aparência ñ é e nunk será uma boa opção a se fazer...

Tsuzuku...

Um comentário:

Thaiane disse...

uiiiiiiiiii *aplausos pro tio Guga*
Querido, eu tive que reler pelo menos umas duas vezes cada parágrafo pra entender o que vc escreveu =P
*dificuldade de concentração e froids*
Quem faz letras aqui, eu ou vc?
O textin dificil...
Mas como sempre, eu assino embaixo do que vc disse. Infelizmente não é o único protesto contra as más... digamos... impressões à primeira vista. É froids. Muitas caras feias e preconceitos poderiam ser evitados, não?
Beijão querido! Te adorooooooooo!!!